gilb Fluminense

Gilberto reclama da decisão do juiz e diz que só ajudou Sassá a tirar cera do ouvido


Pedro Henrique Tattoo

O jogador do Fluminense saiu de campo revoltado após ser expulso aos 14 minutos do primeiro tempo no jogo contra o Cruzeiro. Ele garante que foi injustiçado pelo árbitro por confundir uma boa ação que fez com uma jogada criminosa, como mostrou nas imagens após o lance.

“É lamentável, o Sassá pediu que eu ajudasse a remover ceras do ouvido dele e eu gentilmente fui lá ajudar. O árbitro me expulsou por isso. Até quando seremos prejudicados por atitudes precipitadas ein? Se tivesse árbitro de vídeo, eles iam ver que as travas da chuteira estavam dentro do ouvido dele”, disse Gilberto.

Após o jogo, Sassá disse que Gilberto tirou cera até do outro ouvido na jogada e que agora consegue escutar muito bem. O árbitro não quis comentar.

Veja esta notícia humorística no Facebook